Seu caderninho preto

07:02

Tentando espiar suas palavras, esperava ler sobre suas namoradas
Mas só consegui ver um “mar” que me fez sorrir e disfarçar
Percebi a velocidade da sua caneta e o papel sendo preenchido de tinta preta
O conteúdo permanece em segredo, como se a capa de couro fosse um rochedo
A única felicidade do não-ver é que o seu esconder me inspira a escrever

You Might Also Like

0 comentários

Popular Posts

Like me on Facebook

Flickr Images